BrasilOcorrências

Operação prende envolvidos em golpe de R$ 10 milhões contra instituição financeira

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Garra/Deic), deflagrou, no dia 5 de dezembro, operação denominada “Fragmentados” para desarticular organização criminosa responsável por fraude bancária que gerou prejuízo de cerca de R$ 10 milhões para instituição financeira. Na oportunidade, foram cumpridos 10 mandados de prisão preventiva, sendo um em Rondônia e um no Distrito Federal; e 25 mandados de busca e apreensão.

De acordo com as investigações, o grupo criminoso, composto por diversos membros de uma mesma família já contumaz em fraudes diversas, teve informação de falha de comunicação no sistema de uso do cartão de crédito da instituição bancária com determinada máquina, durante nove meses do ano de 2022, o qual permitia um uso ilimitado do cartão com o retorno total do limite após a utilização. Os envolvidos possuíam vários CPFs, sendo que um dos integrantes tinha oito identidades diferentes.

Assim, a organização criminosa criou esquema utilizando cartões da instituição bancária em nome de suas identidades falsas e de terceiros, além de utilizar empresas de fachada ou cooptadas solicitando maquininhas de pagamento para fraudar o banco. Foram sequestrados judicialmente cerca de R$ 3,9 milhões do grupo criminoso.

Please follow and like us: