Barra Pesada

.

 

728x90 Medica

 

Geraldo_Naves_com_fundo.jpg

 

Atuação conjunta entre PMMG e PRF neutraliza ação do Novo Cangaço no Sul de Minas numa das maiores operações já realizada no país

Numa das maiores operações relacionada à Organização Criminosa "Novo Cangaço", as Polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar de Minas Gerais (PMMG) conseguiram neutralizar, na madrugada deste domingo (31.10), a ação criminosa que visava atacar instituições financeiras na cidade de Varginha, no Sul de Minas. 
Durante coletiva de imprensa, o Tenente-coronel Rodolfo César Morotti Fernandes, destacou que a partir de informações de movimentação de quadrilhas de roubo a instituições financeiras na região, os policiais foram deslocados para a cidade Varginha e iniciaram as buscas por informações que levassem ao paradeiro dos integrantes dessas quadrilhas. De acordo com o comandante do BOPE, a ação integrada foi precisa e nenhum policial ou cidadão de bem ficou ferido. “Com base em possíveis locais onde estariam escondidos, passamos a buscar sítios e chácaras com movimentações diversas. No momento da abordagem, fomos recebidos a tiros, sendo necessário revidar a injusta agressão”, destacou. 
Durante o confronto, 25 integrantes da organização criminosa, fortemente armados, foram atingidos. Eles chegaram a ser socorridos, mas vieram à óbito. A operação contou com o apoio do Serviço de Inteligência, grupos especializados das duas instituições, e do 24º Batalhão de Polícia Militar. 
No local foi encontrado um verdadeiro arsenal de guerra: fuzis, explosivos, coletes à prova de balas, roupas camufladas e carregadores municiados, além de vários veículos roubados, uma metralhadora de uso exclusivo das Forças Armadas e “miguelitos” (objetos perfurantes feitos com pregos retorcidos usados para furar os pneus das viaturas policiais). 
O chefe da Comunicação Social da PRF em Minas, inspetor Aristides Junior, ressaltou que as duas instituições realizam constantes operações integradas e destacou a importância do Serviço de Inteligência na ação. “Com base nas informações da Inteligência, os grupamentos especializados das duas instituições foram mapeando as informações, o que evitou que a ação dos criminosos acontecesse”, pontuou. “São inúmeras as ações das Forças de Segurança que estão fortalecendo o trabalho policial e trazendo o melhor resultado para a população”, finalizou.
Operação Magia Negra
O combate aos roubos a bancos em Minas tem sido uma das estratégias utilizadas pela PMMG, inclusive com a realização de diversas operações dentro e fora do estado em atuação integrada com outras Forças de Segurança. No dia 26 de outubro, por exemplo, uma ação conjunta entre os Sistemas de Inteligência da PMMG e da Polícia Federal resultou na prisão de dois envolvidos na explosão a caixas eletrônicos no município de Pirapetinga, na Zona da Mata mineira, ocorrida no dia ocorrida em 09 de junho. 
Na operação, denominada  "Magia Negra", foram cumpridos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da Vara Única da Justiça Federal em Muriaé, na região do Morro do Alemão, no Complexo da Maré e na Favela Beira Mar, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.  Em data anterior, outros dois indivíduos já haviam sido presos envolvidos com o crime na cidade de Mendes, também no Rio. 
Minas Gerais é o estado mais seguro do Brasil
O trabalho integrado das Forças de Segurança aliado à Políticas Públicas de Governo bem definidas elevaram Minas Gerais ao status de estado mais seguro do Brasil. Os dados foram divulgados pelo Sistema Nacional de Informações de Segurança (Sinesp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e são referentes aos meses de janeiro a maio. “Essa conquista se traduz num sentimento de orgulho e satisfação porque é resultado de um trabalho árduo que vem sendo realizado há muitos anos e que agora colhemos frutos positivos”, destacou o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), coronel Rodrigo Sousa Rodrigues.
Joint action between PMMG and PRF neutralizes novo cangaço action in the South of Minas Gerais in one of the largest operations ever carried out in the country
In one of the largest operations related to the Criminal Organization "Novo Cangaço", the Federal Highway Police (PRF) and Military of Minas Gerais (PMMG) were able to neutralize, in the early hours of Sunday (31.10), the criminal action that aimed to attack financial institutions in the city of Varginha, in the south of Minas Gerais.
During a press conference, Lieutenant Colonel Rodolfo César Morotti Fernandes, highlighted that from information about the movement of robbery gangs to financial institutions in the region, the police were moved to the city Varginha and began the search for information that led to the whereabouts of the members of these gangs. According to the BOPE commander, the integrated action was accurate and no police or good citizen was injured. "Based on possible places where they would be hidden, we began to search for places and farmhouses with various movements. At the time of the approach, we were met with gunfire, and it was necessary to fight back the unfair aggression", he said. 
During the confrontation, 25 members of the heavily armed criminal organization were shot. They were rescued, but died. The operation was supported by the Intelligence Service, specialized groups of the two institutions, and the 24th Military Police Battalion. 
At the site was found a real arsenal of war: rifles, explosives, bulletproof vests, camouflaged clothes and ammunition chargers, as well as several stolen vehicles, a machine gun for exclusive use of the Armed Forces and "miguelitos" (piercing objects made with twisted nails used to puncture the tires of police vehicles).
The head of social communication of the PRF in Minas, Inspector Aristides Junior, stressed that the two institutions carry out constant integrated operations and highlighted the importance of the Intelligence Service in the action.  "Based on intelligence information, the specialized groups of the two institutions were mapping the information, which prevented the action of the criminals from happening," he said. "There are countless actions of the Security Forces that are strengthening police work and bringing the best result to the population," he concluded.
Operation Black Magic
The fight against bank robberies in Minas Gerais has been one of the strategies used by PMMG, including carrying out several operations inside and outside the state in integrated operations with other Security Forces. On October 26th, for example, a joint action between the Pmmg Intelligence Systems and the Federal Police resulted in the arrest of two involved in the explosion at ATMs in the municipality of Pirapetinga, in the Zona da Mata of Minas Gerais, which occurred on June 9th.  
In the operation, called "Black Magic", temporary arrest warrants and search and seizure were executed, issued by the Judgment of the Single Court of The Federal Court in Muriaé, in the Morro do Alemão region, in Complexo da Maré and Beira Mar Slum, in Duque de Caxias, Rio de Janeiro. At an earlier date, two other individuals had already been arrested in the crime in the city of Mendes, also in Rio. 
Minas Gerais is the safest state in Brazil
The integrated work of the Security Forces allied to well-defined Government Public Policies elevated Minas Gerais to the safest state status in Brazil. The data were released by the National Security Information System (Sinesp), of the Ministry of Justice and Public Security (MJSP), and refer to the months of January to May. "This achievement translates into a feeling of pride and satisfaction because it is the result of hard work that has been carried out for many years and that we now reap positive results," said The Commander General of the Military Police of Minas Gerais (PMMG), Colonel Rodrigo Sousa Rodrigues.
Tradução: 2º Sgt PM Maurício Félix

Autor: PMMG/PRF

 

seg-202_00000--pronto.gif

Moreno-100_00000.gif

Please publish modules in offcanvas position.