Barra Pesada

.

 

Banner_GDF

 

 

Geraldo_Naves_com_fundo.jpg

Barra Pesada

Após agressões e perfuração dos olhos de mecânico em Catalão, cúmplice de violência é preso

A Polícia Civil de Goiás, (GENARC) de Catalão, deflagrou, nesta quinta-feira (19), na cidade de Uberaba (MG), a Operação Continental, com o objetivo de cumprir Mandado de Prisão Preventiva em face do investigado Manoel Vinícius de Araújo Alves, de 23 anos.

Conforme a investigação da Polícia Civil, na madrugada do último dia 21 de abril, a vítima, um mecânico de 42 anos, estava em um bar em Jardim Paraíso, em Catalão, quando cumprimentou um conhecido, chamado Lucas Aquino, e este, sem motivo, lhe deu um tapa no rosto e tentou lhe esganar.

A vítima conseguiu sair da agressão, dirigindo-se a outro bar.

Lucas, o autor da agressão, então acompanhado de outro (o indiciado Manoel Vinícius), chegou nesse local, mas nada disseram.

Entretanto, quando a vítima saiu do bar, foi perseguida por ambos e derrubada no solo, quando foi agredida com socos, pontapés e chineladas no rosto por ambos os investigados e, já imobilizada, foi lesionada pelo agressor original com um objeto que portava na cintura, perfurando seus olhos e região abdominal.

Em seguida, a vítima foi socorrida e encaminhada para tratamento em Goiânia, tendo fraturado oito costelas, perdido parcialmente a visão do olho direito e totalmente a visão do olho esquerdo.

Comunicada do fato em 03 de maio, a 1a Delegacia Distrital de Polícia de Catalão instaurou inquérito policial, colheu provas e, diante das agressões, falta de colaboração e fuga dos suspeitos, representou ao Judiciário pela prisão destes.

Após dias de intenso trabalho investigativo, a Polícia Civil conseguiu obter informações do possível paradeiro do investigado Manoel Vinícius, que já estaria residindo na cidade mineira de Uberaba.

Deste modo, sob orientação da 9a DRP, foram realizadas diligências e monitoramento naquela cidade pelos agentes do Genarc, que lograram êxito em localizar e prender o investigado, o qual foi entregue à Polícia Civil de Minas Gerais para as providências de praxe e oportuno recambiamento para esta Comarca, sendo ambos os investigados indiciados por tentativa de homicídio na forma qualificada.

O investigado Lucas de Aquino Alcântara, 26 anos, é considerado foragido da Justiça e diligências estão em andamento visando localizá-lo.

A divulgação da identificação dos investigados foi precedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 02/2020 – PC e Despacho da presidente do Inquérito Policial, visando auxiliar na localização do investigado ainda foragido e também de outras testemunhas que possam ter presenciado o crime.

Fonte: PCGO

 

 Abertura-Barra-Pesada-GIF-007.gif

 

 

capital-ondonto-6-GIF.gif

Please publish modules in offcanvas position.