Barra Pesada

.

 

GDF.gif 

 

Barra Pesada

Cruzeiro vence Botafogo-SP, e se distancia do Z4

Narração do gol - Alberto Rodrigues

Rádio Itatiaia de BH

Fala do Felipão depois do jogo

 
Cruzeiro sobe para 13° posição  

 

 

 

 

Airton marcou o gol da vitória celeste no segundo tempo da partida

O Cruzeiro conseguiu embalar com Felipão. Apesar de não ter uma atuação brilhante, o time celeste venceu o Botafogo-SP por 1 a 0, nesta sexta-feira, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, na abertura do returno da Série B do Brasileirão. Foi o sexto jogo sem perder da Raposa, que subiu na tabela de classificação e se distanciou da zona de rebaixamento.

O gol da vitória celeste foi marcado pelo atacante Airton, aos 25 minutos do segundo tempo. Após cruzamento de Raúl Cáceres, o avançado apareceu na segunda trave e cabeceou no cantinho. A bola ainda bateu no poste antes de entrar.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou ao sexto jogo sem perder – três vitórias e três empates. E o técnico Luiz Felipe Scolari também segue invicto no comando celeste: são três triunfos e um empate.

Desta forma, o Cruzeiro pulou do 16º para o 13º lugar, com 23 pontos, três a mais que o primeiro time da zona de rebaixamento. Por outro lado, o Botafogo-SP segue na vice-lanterna, com 18 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Guarani, segunda-feira (9), às 20h, no Mineirão. Já o Botafogo-SP visita o Confiança na terça, às 21h30, na Arena Batistão, em Aracajú.

 

 jogo

Felipão mudou o esquema e escalou o Cruzeiro no 4-3-3, com três volantes: Machado ao lado de Jadsom Silva e Ramon. A Raposa conseguiu controlar o jogo no primeiro tempo, apesar de ter sido atacada pelo Botafogo-SP em algumas descidas perigosas do time da casa. O ponto fraco foi a finalização da equipe celeste.

Dos nove chutes a gol da Raposa nos 45 minutos iniciais, somente um foi na meta do time de Ribeirão Preto: aos 18, em uma cabeçada de Marcelo Moreno à queima roupa que o goleiro Darley defendeu salvando o Botafogo-SP.

Estreante da noite, o atacante William Pottker atuou aberto pelo lado direito, mas também caía pela esquerda. Sentindo a falta de entrosamento com os companheiros, teve atuação discreta nos 45 minutos iniciais.

No segundo tempo, Felipão abandonou o 4-3-3 e colocou o time mais ofensivo sacando o volante Machado para a entrada de Claudinho voltando para o esquema 4-2-3-1.

Contudo, o Cruzeiro piorou com a mudança e deixou de ter mais posse de bola, além de não conseguir chegar mais ao gol do Botafogo-SP nos 20 minutos iniciais. O time paulista, por sua vez, começou a gostar da partida e ficou mais presente no campo de ataque.

Quando o Botafogo-SP se mostrava melhor na partida, o Cruzeiro foi ao ataque e abriu o placar aos 25 minutos. Pela direita, Pottker achou Cáceres que, mesmo desequilibrado, conseguiu cruzar na medida para Airton, na segunda trave, cabecear no cantinho, sem chances para o goleiro.

No fim da partida, o Botafogo-SP pressionou em busca do empate e levou muito perigo em um chute de Matheus Anjos que passou raspando o gol de Fábio. Apesar do susto, o Cruzeiro conseguiu segurar a vitória até o apito final do árbitro.

Botafogo-SP 0 x 1 Cruzeiro

Botafogo-SP: Darley; Val (Matheus Alessandro), Robson, Jordan e Martinelli (Guilherme Romão); Edson Júnior (Jonata Machado), Elicarlos e Bady (Matheus Anjos); Ronald, Judivan (Wellington Tanque) e Jeferson. Técnico: Claudinei Oliveira

Cruzeiro: Fábio; Raul Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon, Jadsom Silva e Filipe Machado (Claudinho, Adriano); Airton, William Pottker (Welinton) e Marcelo Moreno (Sassá). Técnico: Felipão

Motivo: 20ª rodada - Campeonato Brasileiro Série B Data: 06 de novembro de 2020, sexta-feira, às 19h15 Local: estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Gol: Airton (25’/2º)

Cartão Amarelo: Patrick Brey, William Pottker, Marcelo Moreno, Fábio (Cruzeiro); Robson (Botafogo-SP)

Árbitro: Pablo Ramón Gonçalves Pinheiro (RN) Auxiliares: Lorival Cândido das Flores (RN) e Luís Carlos de França Costa (RN)

Fonte: Itatiaia 

Barra Pesada

Please publish modules in offcanvas position.