Barra Pesada

.

 

Banner_COVID_2021_970x250.gif

 

 

 


Geraldo_Naves_com_fundo.jpg

 

bannerf

Barra Pesada

Polícia Civil deflagra operação em clínica de reabilitação em Anápolis e prende responsáveis por cárcere privado

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Anápolis, desencadeou nessa quinta-feira (17), operação para apuração de denúncia da prática de crime de cárcere privado que ocorria em uma clínica de reabilitação de usuários de drogas.

Foi montada uma força-tarefa com representantes do Ministério Público, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Assistência Social do Município de Anápolis, para fiscalização do estabelecimento que fica na região leste da cidade, na saída para o município de Campo Limpo de Goiás.

Após ter recebido denúncias de que no local internos eram mantidos de maneira involuntária e que possivelmente sofriam maus-tratos, a Polícia Civil representou pela busca e apreensão no local. Durante o cumprimento da ordem judicial, foi constatado que, de fato, vários internos permaneciam no local contra sua vontade, estando assim materializado o crime de cárcere privado. No local foram apreendidos simulacros de arma de fogo, espingarda de pressão e munições de calibres diversos. Segundo relatos, os instrumentos eram utilizados pelos monitores para ameaçarem os internos no local.

Os responsáveis pela clínica foram autuados em flagrante delito pelos crimes de cárcere privado, posse ilegal de munições e ainda pelo crime de maus-tratos contra animais, visto que cães eram mantidos no local de maneira precária, sendo que uma cadela havia sido mutilada, tendo parte das orelhas cortada.

O estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária, tendo suas portas fechadas ao final da ação. Os internos foram acolhidos pela assistência social do município e encaminhados para suas famílias.

A Polícia Civil destaca que a internação compulsória involuntária nessas clínicas terapêuticas constitui crime de cárcere privado e ações como essa continuarão acontecendo no município para apuração das denúncias que chegam ao órgão.

 

Fonte: PCGO

Please publish modules in offcanvas position.