Barra Pesada

.

 

GDF.gif 

 

Barra Pesada

Presa suspeita de matar mulher por passar informações a facção rival, em Goiânia

Presa suspeita de matar mulher por passar informações a facção rival, em Goiânia

Cor­po da víti­ma foi encon­tra­do com sinais de espan­ca­men­to e enro­la­do em um plás­ti­co trans­par­ente.

Uma mul­her foi pre­sa sus­pei­ta de matar uma rival por pas­sar infor­mações para uma facção crim­i­nosa, em Goiâ­nia.

O cor­po da víti­ma, Kamil­la Alves Bez­er­ra, de 28 anos, foi encon­tra­do em um mata­gal com sinais de espan­ca­men­to e enro­la­do em um plás­ti­co trans­par­ente.

O cor­po de Kamil­la foi encon­tra­do no dia 27 de fevereiro, no Setor Solar San­ta Rita. A polí­cia acred­i­ta que o casal Gean Clóvis dos San­tos, de 33 anos e Sileia Mel­gaço de Oliveira Peixo­to, 36, foi respon­sáv­el pelo crime.

“A Kamil­la era usuária de dro­gas e esta­va pas­san­do infor­mações sobre o Gean, que fazia parte de uma facção, para a facção rival, de quem ela com­pra­va dro­gas. O Gean e a mul­her dele chegaram a ir à casa da víti­ma uma vez para pegá-la, mas o namora­do dela con­seguiu impedir. Então eles já estavam com rai­va dela, por isso essa agres­sivi­dade na morte”, disse o del­e­ga­do Ernane Cáz­er.

Gean tin­ha pas­sagens por trá­fi­co de dro­gas e foi mor­to em con­fron­to com a Polí­cia Mil­i­tar após rea­gir a uma abor­dagem. Já Sileia cumpriu pena por recep­tação de veícu­lo rou­ba­do. Ela foi pre­sa na últi­ma segun­da-feira (30). Ago­ra, ela respon­derá pelo crime de homicí­dio.

Ao ser inter­ro­ga­da, disse que não tin­ha qual­quer envolvi­men­to com o assassinato de Kamil­la. “Ela disse que quem era o erra­do na relação era o Gean, mas temos um vídeo que mostra ela e o Gean baten­do em ´bebês do trá­fi­co´, que são meninos que estão entran­do na facção. Isso mostra toda vio­lên­cia dos dois”, completou o delegado.

Tags: ,

Barra Pesada

Please publish modules in offcanvas position.