Barra Pesada  BannerNet animado Barra Pesada 

    Em 23 dias, chega a 29 número de mortes violentas no DF

    Barra Pesada

    Em 23 dias, chega a 29 número de mortes violentas no DF

    Média é de 1,2 crime a cada 24 horas. Des­de sex­ta-feira (20), qua­tro pes­soas foram assas­si­nadas na cap­i­tal.

    Subiu para 29 o número de mortes vio­len­tas

    no Dis­tri­to Fed­er­al nos primeiros 23 dias do mês de março.

    A média é de 1,2 homicí­dio a cada 24 horas.

    Entre sex­ta-feira (20) e segun­da (23), qua­tro pes­soas foram assas­si­nadas: duas no Para­noá, uma em Bra­zlân­dia e uma no Ria­cho Fun­do (sai­ba mais abaixo). O últi­mo lev­an­ta­men­to feito havia apon­ta­do que, até 19 de março, foram 25 mortes vio­len­tas.

    Até o iní­cio da tarde des­ta segun­da, foram con­tabi­liza­dos:

    22 homicí­dios 1 fem­i­nicí­dio 4 latrocínios – rou­bos segui­dos de morte

    Qua­tro crimes

    O primeiro dos homicí­dios reg­istra­dos no fim de sem­ana ocor­reu por vol­ta das 9h de sex­ta, no Para­noá. De acor­do com a Polí­cia Civ­il, um idoso de 80 anos foi víti­ma de latrocínio.

    Segun­do as inves­ti­gações, a víti­ma foi joga­da, ain­da viva, den­tro de uma cis­ter­na em uma área rur­al da região. Dois home­ns foram pre­sos pelo crime.

    A del­e­ga­da Jane Klebia, respon­sáv­el pela 6º Del­e­ga­cia de Polí­cia, do Para­noá, con­tou que os assaltantes ain­da amar­raram e esfaque­ar­am o homem antes de jogá-lo no reser­vatório.

    2º caso O segun­do crime ocor­reu por vol­ta de 21h de sába­do (21). Um homem de 20 anos foi assas­si­na­do em uma quadra de esportes, na Vila São José. De acor­do com a Polí­cia Civ­il, os tiros atin­gi­ram o rapaz no tórax, na coxa dire­i­ta e no abdô­men.

    O caso foi reg­istra­do como homicí­dio na 18ª Del­e­ga­cia de Polí­cia, em Bra­zlân­dia. Até a últi­ma atu­al­iza­ção des­ta reportagem, o autor do crime não havia sido pre­so.

    3º caso O ter­ceiro caso foi no Núcleo Rur­al Sucu­pi­ra, no Ria­cho Fun­do I, por vol­ta de 23h de sába­do. Um homem, de 33 anos, foi encon­tra­do mor­to pelo Cor­po de Bombeiros, com mar­cas de tiros na cabaça.

    O crime foi reg­istra­do na 29ª Del­e­ga­cia de Polí­cia do Ria­cho Fun­do. Até a últi­ma atu­al­iza­ção des­ta reportagem, a polí­cia não havia local­iza­do o sus­peito do homicí­dio.

    4º caso O quar­to caso foi reg­istra­do nes­ta segun­da-feira (23), no Para­noá. De acor­do com a Polí­cia Civ­il, um homem de 30 anos foi assas­si­na­do na quadra 10 da Aveni­da Para­noá. O autor tam­bém não havia sido pre­so até a últi­ma atu­al­iza­ção des­ta reportagem.

    G1

    Barra Pesada

    Please publish modules in offcanvas position.